Terceiro dia da Novena ao Espírito Santo

terceiro dia

Oração Inicial

 

Dir.: Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Todos: Amém.

Dir.: Queridos irmãos e irmãs, que a nossa novena de hoje nos ajude a abrir o coração e a mente para compreender e acolher a Palavra de Deus.

Todos: Vinde Espírito Santo, enchei os corações de vossos fiéis e acendei neles o fogo do vosso amor.

Dir.: Espírito Divino, de misericórdia infinita, peço-vos abrir o caminho da santidade, das graças divinas, da harmonia, do amor e da adoração à Santissima Trindade, da bem-aventurança para nós aqui reunidos, para nossa família, para todos aqueles que te invocam como também para todos aqueles que desconhecem e não creem na sua existência divina.

Todos: Vossa luz e graça nos façam alcançar tudo o que por bondade e misericórdia divina nos dais de presente para que o nosso amor aumente e se aperfeiçoe sempre mais, para maior amor e glorificação à SANTÍSSIMA TRINDADE por meio do Imaculado Coração da Virgem Maria.

Dir.: Dá-nos dos vossos dons e frutos. Permiti que sejamos canal da divina Caridade, templos da presença divina e mensageiros da harmonia e do amor.

Todos: Amém.

 

Dir.: Deus, vinde em nosso auxílio.

Todos: Senhor, apressai-vos em socorrer-nos.

Dir.: Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo.

Todos: Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

 

Cântico:

Dá-nos Senhor, o teu CONSELHO, 

que nos faz sábios para guiar:

homem, mulher, jovem e velho,

nós guiaremos ao santo altar.

Dá-nos, Senhor, esse dom, essa luz,

e nós veremos que o Pão é Jesus!

Dir.: Vinde, Espírito de BOM CONSELHO, fazei-nos dóceis às vossas santas aspirações e guiai-nos no caminho da salvação.

L1: Vinde, Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis e acendei neles o fogo do vosso amor.

Todos: Vinde renovai a face da terra.

(repete-se por 7 vezes)

 

Todos: Ó Maria, que por obra do Espírito Santo concebestes o Salvador, rogai por nós.

 

Reflexão:

Tendo criado o homem à sua imagem e semelhança, Deus o dotou de inteligência e vontade. Dizemos, por isso, que o homem é um ser racional, que pode refletir, resolver, fazendo uso da razão que recebeu do Criador.

Mas, uma coisa é o homem agir de acordo com a sua inteligência, e outra é ele viver de acordo com Deus. É que, por ser humana, a inteligência está sempre sujeita a falhas. Poderá indicar ao homem o que humanamente lhe seja mais digno e conveniente. Dizer, porém, o que é mais perfeito, de acordo com a vontade de Deus, isso pertence à fé, através da virtude da prudência. A ela confiamos todo o nosso modo de pensar e agir, para que a nossa vida corresponda à vontade do Pai. Essa é a virtude que nos deve orientar até mesmo na prática de qualquer outra virtude, pois, sem prudência, ou fora do seu controle, qualquer virtude será defeito ou exagero.

Precisamos, no entanto, notar que, quando praticada por nós, a própria prudência nunca será perfeita, devido às nossas falhas e imperfeições. Não somos anjos, mas seres humanos, de modo que até em nossas virtudes, aparece a marca da nossa imperfeição, através do egoísmo, da indecisão e da covardia. Para suprir essa falha da nossa natureza é que Deus vem em nosso auxílio com o dom do Conselho, uma prudência superior e perfeita, que nos chega pelo Espírito Santo, presente em nós.

É o Espírito Santo que nos comunica essa prudência, fazendo-nos ver a vontade de Deus nas diversas situações, para que possamos agir com absoluta segurança e tranquilidade. E que o dom do Conselho nos ilumina muito mais do que a nossa inteligência, levando-nos a proceder, mesmo nos casos mais difíceis e confusos, com uma paz e firmeza que, por nós mesmos, não poderíamos conseguir.

Diante de certas situações em nossa vida de cada dia, muitas vezes ficamos na dúvida e incerteza, não sabendo o que fazer, ou que resolução tomar. Costumamos recorrer a pessoas mais esclarecidas e experientes, para que nos ajudem, tirando-nos da indecisão. É o que fazemos, quando buscamos o auxilio do Espírito Santo, através desse dom do Conselho, luz superior que nos mostra, em cada situação, o que é mais perfeito e digno de Deus, para que possamos agir com toda clareza e segurança.

Em cada situação, o Espírito de Conselho, nos fará ver a decisão que devemos tomar, mostrando-nos com segurança, o que é mais perfeito e de acordo com a vontade de Deus.

Peçamos ao Espírito Santo, que nos faça conhecer a vontade de Deus, e nos leve a viver sempre de acordo com o que Ele espera de nós, para que o nosso orgulho não nos domine, fazendo-nos confiar apenas em nossa inteligência.

 

Todos: Pai nosso...

Dir. Ó Espírito Santificador, vinde iluminar a nossa inteligência, em meio às dúvidas e incertezas que nos cercam; e fortificai a nossa vontade, para que em todas as situações, saibamos proceder do modo mais perfeito e digno de Deus!

Todos: Amém.

 

Dir. : Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo!

Todos: Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

 

Sugestão para praticar: "Procurar dar um bom conselho, oportunamente"

 

 

 

 

 

 

SIGA-NOS NO FACEBOOK