Aguentar muito

Objetivo: Ajudar à intercomunicação e aprofundar o como as pessoas do grupo enxergam cada um dos membros. Provocação ou diminuição de tensões.

Quantidade de pessoas: deve ser realizada em grupos que já têm um período de caminhada, de preferência, grupos pequenos.

Descrição da dinâmica: Um voluntário se coloca à disposição do grupo. Os demais participantes devem dizer o que pensam em relação a ele, evitando as considerações supérfluas, o excesso de elogios ou dizer coisas negativas e já na sequência ficar se desculpando.

O que se colocou à disposição do grupo não pode desculpar-se. O exercício não pode ser demorado. Se as acusações forem muito duras, o assessor deve intervir e, se necessário, interromper o exercício. Só se deve realizar esta dinâmica quando há um nível de confiança recíproca que permita escutar o negativo e buscar caminhos para superá-lo. Se não for assim, o exercício se torna apenas destrutivo ou inútil.

Segue-se um momento de avaliação, no qual o que sofreu as observações dos demais participantes, pode comunicar ao grupo como se sentiu durante o trabalho, enquanto ouvi falarem de sua pessoa. E o grupo avalia se o exercício teve algum proveito para todos. Por quê?

 (Dinâmicas em fichas)

 

SIGA-NOS NO FACEBOOK